Gaiteiros de Lisboa

GAITEIROS DE LISBOA - FOTOGRAFIAS DE PROMOCAO

RENOVADOS E DE VOLTA À ESTRADA

Os Gaiteiros de Lisboa são um dos mais importantes grupos de renovação e reinvenção da música tradicional portuguesa. Com uma obra ímpar, originalíssima, que conta com cinco álbuns de estúdio e um ao vivo, para além de inúmeros concertos em Portugal e no estrangeiro, os Gaiteiros de Lisboa traçaram e continuam a traçar novos caminhos para a nossa música identitária, de raiz, que neles nunca ficou lá atrás mas esteve, está e estará sempre de olhos postos no futuro. Inventivos, muitas vezes revolucionários, criadores de novas sonoridades, instrumentos e (re)leituras da nossa lírica popular, os Gaiteiros de Lisboa são igualmente – e desde o seu início, em 1991 – os principais responsáveis pelo surgimento de sucessivas gerações de novos músicos e bandas que, seguindo os seus passos, se lançaram igualmente nesta aventura de pegar na herança da música rural portuguesa reinventada no Séc. XXI.

Não é por isso de estranhar que, numa altura de renovação, crescimento e ressurgimento dos Gaiteiros de Lisboa, a juntar aos fundadores Carlos Guerreiro (voz, gaitas-de-foles, sanfona, percussões e outros instrumentos) e Paulo Marinho (gaitas-de-foles, flautas e voz) e a Pedro Calado (percussões e voz), façam agora parte do grupo Sebastião Antunes (voz e percussões), dos Quadrilha, Miguel Quitério (gaitas-de-foles, flautas e voz), dos Torga e Trabucos, Carlos Borges Ferreira (voz e percussões), ex-Ebora Musica e grupos de cante alentejano, para além de Paulo Charneca (percussões e voz), de regresso aos Gaiteiros depois de ter passado pelo famoso grupo internacional de percussões Mayumana.

Se, no seu início, os Gaiteiros de Lisboa eram já um super-grupo que juntava músicos que tinham aberto novos caminhos para a música tradicional (no GAC-Vozes na Luta, Almanaque ou Sétima Legião), essa tendência surge agora ainda mais reforçada. O regresso à estrada está para breve.

Vídeo

Voltar ao Topo ↑

Imprensa

“Vale a pena ter orgulho: é uma das mais importantes bandas portuguesas da última década, e sem dúvida uma das maiores do Mundo”

in Público

“Até ao momento, os Gaiteiros de Lisboa revelam-se simplesmente incapazes de produzir outra coisa que não seja uma monumental obra-prima.”

Gonçalo Frota, in Blitz

Voltar ao Topo ↑

Disponibilidade

TODO O ANO (SOB CONSULTA)

Voltar ao Topo ↑

Territórios

MUNDO

Voltar ao Topo ↑