Jorge Fernando

Dizer que Jorge Fernando canta a «Vida» é quase uma redundância, porque, afinal de contas, cantar é isso mesmo – viver! Mas neste caso faz sentido, uma vez que esse é o título do último registo do grande compositor do fado português, lançado em finais de 2009 e transposto para um espectáculo que celebra a carreira deste grande compositor, desta figura maior do nosso fado, por todo o país.

«É o meu regresso a casa», explica Jorge Fernando sobre o seu momento actual. «Todos estes anos em que dei mais preponderância ao meu lado de produção, de trabalhar com novos talentos, significaram também estar um pouco mais longe da atenção das pessoas.

Jorge Fernando, claro, tem a vida cheia de fado – herdou o toque de Fernando Maurício, tocou durante duas décadas ao lado de Amália, escreveu fados que definiram a identidade de fadistas da nova geração como Mariza ou Ana Moura, trabalhou com Camané e com tantos outros grandes nomes do fado. Os seus passos estão cheios de música, cheios de vida, de alma, de fado, de melodias que nos ajudam a todos a sermos quem somos. Pelo palco, agora, vão passar todas essas histórias, todas as canções que, às vezes sem sabermos, se instalaram na nossa memória.

Sob as luzes e cortando o silêncio, vai ouvir-se «Vida» e «Oxalá», e «Valsa dos Amantes», «Desespero» e outros monumentos de uma alma ímpar do fado. Do nosso fado.

Ouvir

Jorge Fernando – Por Um Dia – w/ Ana Moura (Fado)

Voltar ao Topo ↑

Vídeo

Jorge Fernando: Vida

Voltar ao Topo ↑

Imprensa

«Um dos compositores e autores mais cantados deste país. Amália, Ana Moura, Fernando Maurício, Mariza, todos eles deram voz e sentimento às palavras e música de Jorge Fernando!»

in Semanário

«Jorge Fernando está bem e recomenda-se. A crítica, em geral, já o dissera e a sala cheia do S. Jorge veio comprová-lo»,

Nuno Pacheco in Publico

Voltar ao Topo ↑

Tour

Saiba mais sobre a Tour “Chamam-lhe Fado

Saiba mais sobre a Tour “Jorge Fernando e os Proscritos“.

Saiba mais sobre a Tour “Jorge Fernando e Fábia Rebordão

 

Voltar ao Topo ↑