Teresa Salgueiro

A UGURU EM PARCERIA COM A LEMON ENTERTAINMENT APRESENTA:

TERESA SALGUEIRO – DIGRESSÃO MUNDIAL 2016| 2017

TeresaSalgueiro_1

Parece que foi ontem que descobrimos a voz mágica de Teresa Salgueiro…. E contudo, já foi em 1986 que uma adolescente de Lisboa apanhou de surpresa Rodrigo Leão e Pedro Ayres Magalhães, que procuravam uma voz nova para o seu novo projecto acústico.

O encanto e a surpresa que os dois músicos sentiram ao descobrir esta voz cristalina, mágica, foi partilhado por um público reverente. Primeiro, em Portugal, com a revelação em disco dos Madredeus em 1987, e com a explosão de popularidade do segundo álbum, “Existir”, em 1990. Depois, a partir desse disco, pelas audiências de todo o mundo, extasiadas com a perfeita combinação entre a pureza da voz de Teresa Salgueiro e a simplicidade clássica das composições dos Madredeus.

Entre 1987 e 2007, vinte anos de viagem e mais de cinco milhões de álbuns vendidos em todo o mundo tornaram os Madredeus nos primeiros embaixadores internacionais da música feita em Portugal depois de Amália. E Teresa Salgueiro, com a sua presença discreta e delicada e a sua voz extraordinária, foi o “castelo de proa” dessa nau musical. Ouvimos a sua voz crescer e tornar-se num instrumento de uma beleza única, elegante e envolvente, o seu talento de intérprete a desabrochar com cada nova gravação e cada nova viagem; vimos a sua presença em palco construir-se como a de uma mulher de corpo inteiro que simbolizava, mais do que um país, uma alma.

Convites de nomes tão distintos como José Carreras, Caetano Veloso, Carlos Núnez, Angelo Branduardi ou Zbigniew Preisner reconheceram Teresa como uma das grandes cantoras contemporâneas, independentemente da nacionalidade. E, enquanto a viagem com os Madredeus chegava ao fim, Teresa começava a esboçar os passos seguintes do seu percurso, aventurando-se a solo com gravações com o Septeto brasileiro de João Cristal e com o Lusitânia Ensemble, formado por músicos da Orquestra Sinfónica Portuguesa.

Depois de levar Portugal ao mundo através dos Madredeus, os novos trabalhos trouxeram o mundo para Portugal, tornando a voz de Teresa, mais do que apenas nossa, global. Você e Eu, com o Septeto de João Cristal, percorria a riqueza da canção brasileira; com o Lusitânia Ensemble, gravou La Serena, recolha de material clássico dos muitos territórios onde actuara com os Madredeus, e Matriz, colecção de temas das múltiplas histórias da música portuguesa, dos tradicionais e cantigas d’amigo até aos dias de hoje.

No disco seguinte, O Mistério, Teresa experimentou pela primeira vez na sua carreira escrever e compor ela própria, libertando um outro e fascinante lado da sua criatividade, artista de corpo inteiro mais do que simples voz ou intérprete.

Todas essas facetas se reúnem agora numa autêntica celebração de uma carreira única. Primeiro com a edição, exclusiva para o México, de La Golondrina y El Horizonte, um álbum de canções clássicas latinas criadas por nomes como Violeta Parra, Agustin Lara ou Astor Piazzolla. Em seguida com um novo álbum de material original, Horizonte, que foi editado em 2016. Finalmente, com a digressão comemorativa que a levará por todo o mundo entre 2016 e 2017, com um novo espectáculo que recorda e reavalia o caminho de uma das vozes mais magnéticas de sempre da música portuguesa, dos êxitos dos Madredeus aos clássicos que fez seus ao longo dos anos, passando pelas suas próprias composições.

Ouvir

Voltar ao Topo ↑

Vídeo

Veja aqui o videoclip do single do novo trabalho:

Voltar ao Topo ↑

Imprensa

“Moving and majestic, Portuguese diva Teresa Salgueiro’s performance at the city’s annual world music festival transformed the concert hall in Bitola into the most intimate of settings with the international premiere of her newest album O Horizonte. (…) Apart from her immense musical talent and impressive and unique voice, Salgueiro’s talent also lies in how she can immediately make her concerts an intimate occasion and this was no different. Deep and profound, her performance at the festival was a perfect example how to treat your songs, band members and your audience with warmth and respect.” – All About Jazz

Voltar ao Topo ↑

Disponibilidade

2016/2017

Voltar ao Topo ↑

Territórios

Worldwide excepto Espanha, Benelux, México e Polónia

Voltar ao Topo ↑