Novo espectáculo de Natal para toda a família pelo mais famoso grupo de gospel do mundo!

Os Harlem Gospel Choir, que têm atuado regulamente no nosso país para lotações esgotadas, regressam para mais uma tournée de Natal com um espetáculo novo.

Para além dos temas mais emblemáticos do gospel, desta vez incluirá ainda canções celebrizadas por Whitney Houston.

Os Harlem Gospel Choir já actuaram ao lado ou em frente de alguns dos maiores nomes do planeta: de Nelson Mandela ao Papa João Paulo II, de Paul McCartney a Jimmy Cliff e Diana Ross, de Bono e dos U2 aos Simple Minds e aos Gorillaz. O talento deste colectivo é reconhecido por gigantes de diferentes quadrantes da música, exactamente porque representam o que de melhor esta cultura do gospel tem para oferecer.

Os Harlem Gospel Choir são o mais famoso grupo de gospel da América, facto comprovado pelo impressionante currículo que acumulou desde que foi fundado por Allen Bailey em 1986, depois de um momento de inspiração obtido ao assistir a uma cerimónia de homenagem a Martin Luther King.

O gospel tem a condição singular de ser ao mesmo tempo uma música de devoção e de celebração e por isso as actuações do Harlem Gospel Choir são sempre exuberantes e profundamente sentidas. Foram exactamente essas características que o presidente Obama teve em conta quando convidou os Harlem Gospel Choir para cantar na abertura da sua campanha. A benção parece ter resultado.

Traga a sua familia e venha cantar com os Harlem Gospel Choir!

Hamilton de Holanda no Catálogo da UGURU

É com grande orgulho e alegria que a UGURU anuncia a sua mais recente contratação para 2013. Hamilton de Holanda que já tinha visto o seu trabalho reconhecido através de diversas nomeações para os Grammy, recentemente galardoado com o Prémio da Música Brasileira 2011 (melhor solista e melhor disco) acaba de ver anunciado ontem que o seu mais recente trabalho, BRASILIANOS 3, está nomeado em duas categorias para o Latin Grammy: MELHOR DISCO INSTRUMENTAL e BEST ENGINEERED ALBUM (http://www.latingrammy.com/en/winners/121).

Hamilton de Holanda apresenta-se no Porto, na Casa da Música a 5 de Outubro e brevemente também em Lisboa

Hamilton Hamilton, 36 anos, 11 anos de bandolim 10 cordas, em 2011 comemorou 30 anos de carreira profissional. Transgressor do instrumento e criador de uma técnica revolucionária, a imprensa nos EUA apressou-se a apelidá-lo de “Jimmy Hendrix do bandolim” e a francesa de “Príncipe do bandolim”. Virtuoso, brilhante e único são alguns dos adjetivos na vida deste músico, que contagia plateias em turnes por todo o mundo, construindo uma carreira de inúmeros premios de uma música focada na beleza e espontaneidade. Hamilton é um músico que une tradição e modernidade passando com tranquilidade pelas mais diferentes formações (solo, duo, quinteto, orquestra), consolidando, assim, uma maneira de expor idéias musicais e impressões sobre a vida com “o coração na ponta dos dedos.”

Celina da Piedade no Catálogo da UGURU

Novo disco “Em Casa” já à venda
20 |09- Fnac Chiado-Showcase – 21:00
16 |11- Misty no CCB- CONCERTO DE APRESENTAÇÃO – 21:00

Quem já a viu em concerto, pisando palcos ao lado de Rodrigo Leão, Mayra Andrade ou Ludovico Einaudi, reconhece-lhe o imenso carisma.

Celina da Piedade tem levado o seu acordeão até aos mais diferentes contextos e estreia-se agora a solo, com um disco recheado de surpresas. Algures entre as formas e cores tradicionais, com viagens pelas memórias das danças portuguesas e um sentir mais moderno e universalista, Celina desenha uma música cheia de alma e de personalidade, que, em palco, ganha com a sua formidável presença.

No acordeão e ao microfone, Celina é um tesouro que agora urge descobrir no centro do palco.

“‘Em Casa’ é o passo que faltava para afirmar Celina como uma das mais talentosas instrumentistas portuguesas da actualidade”
- Miguel Azevedo in Correio da Manhã

 ”(…) a reinvenção da música tradicional portuguesa. (…) Celina da Piedade está na música como quem está em casa.”
-Carolina Freitas in Jornal de Letras

Allen Halloween no Catálogo da UGURU

Allen Halloween é a mais recente contratação da Uguru. O autor do aplaudido Árvore Kriminal, um dos melhores álbuns de 2011 para a revista BLITZ, inaugura assim uma nova área de interesse no já diversificado catálogo artístico da UGURU, agência que representa em Portugal artistas tão diferentes como Rodrigo Leão, Nneka, Mayra Andrade ou Santos e Pecadores.

A primeira apresentação de Halloween como artista da Uguru acontecerá na abertura do Misty Fest, com um concerto no Cinema São Jorge no próximo dia 1 de Novembro. Trata-se de uma das mais originais vozes do hip hop nacional, expoente máximo da poesia urbana, sério caso de culto para as novas gerações que os media aplaudiram sem reservas graças à música onde imperam as suas realistas narrações da vida nas ruas.

PETER HOOK & THE LIGHT – Misty no CCB

Portugal tem finalmente o previlégio de assistir a Unknown Pleasures – o espetáculo que tem esgotado todas as salas europeias por onde tem passado!

Com os The Light, Peter Hook trará ao Misty Fest um espectáculo que homenageia a memória dos Joy Division, tocando nalguns dos mais importantes pontos do reportório da mítica banda de Manchester.

Peter Hook, fundador do grupo com Bernard Sumner e uma figura central nos New Order depois do trágico suicídio de Ian Curtis em 1980, ajudou a transformar o baixo num instrumento icónico, graças a um estilo muito particular, mais melódico do que o usual.

A banda The Light – que tocou na inauguração do clube FAC 251, instalado no antigo quartel-general da mítica Factory, em Manchester, que inspirou Control, filme iluminador do caminho de inúmeros grupos por todo o globo, que fez de Closer e de Unknown Pleasures autênticos tratados pop carregados de melancolia, de dor e de paixão – será o veículo para uma viagem de celebração dos Joy Division, ainda hoje um dos mais duradouros casos de culto gerados pela música pop.

Mais info: www.misty-fest.com | www.facebook.com/mistyfest

MISTY NO CCB Novas confirmações

AMÉLIA MUGE E FILIPE RAPOSO (Por entre as sombras do arvoredo)
11 Novembro | Pequeno Auditório | 21H00

Amélia Muge lançou este ano, com Michales Loukovikas, “Periplus, Deambulações luso-gregas”.

Filipe Raposo lançou, também este ano, “First falls”.

Este é um concerto único, inspirado no Misty Fest e expressamente concebido para este festival.

Programação do Misty Fest no Cinema São Jorge

á tínhamos anunciado que o Misty Fest se alargaria este ano para novas salas de Lisboa e que até chegaria à Casa da Música, no Porto.

Com efeito, para além do já anunciado CCB (onde se realiza a programação Misty no CCB), o festival continuará ainda ligado a Sintra com alguns concertos no Centro Cultural Olga Cadaval, mas vai também até ao Lux, com uma programação mais virada para a eletrónica.

O Cinema São Jorge será também um dos locais importantes neste Misty com um surpreendente cartaz que se estenderá por vários universos – do indie ao jazz e do hip hop ao rock.

Hoje anunciamos aqui a programação do CINEMA SÃO JORGE:

 ALLEN HALLOWEEN – 1 de Novembro | 21:30

Violento e poético, profundamente urbano, dotado de uma escrita aguda e inteligente, Halloween é um dos melhores artistas gerados pela cultura das rimas e das batidas no nosso país.

TÓ TRIPS/FRANKIE CHAVEZ/FILHO DA MÃE (Novas Guitarras Portuguesas) - 2 de Novembro | 22h00

Espetáculo em estreia absoluta no Misty. Três linguagens distintas na guitarra, três percursos muito particulares que desembocaram em trabalhos de absoluta exceção.

SUPERNADA3 de Novembro | 22h00

Os Supernada – outro dos astros da galáxia musical de Manuel Cruz – apresentam-se no Misty Fest no concerto que marca a abertura da digressão de auditórios.

ALINE FRAZÃO – 4 DE NOVEMBRO | 21h00

Convidados: ANTÓNIO ZAMBUJO, PAULO FLORES E SARA TAVARES

Aline Frazão é de Angola e vive em Santiago de Compostela, mas a sua música facilmente viaja até ao Brasil e Cabo Verde. Vem ao Misty apresentar Clave Bantu, primeiro álbum em nome próprio, com convidados de luxo.