Verão no Parque regressa a Cascais

SONHO DE UMA NOITE DE VERÃO NO PARQUE
 A partir de 1 de Julho os fins de tarde no parque de Palmela em Cascais, tem mais sonho e encanto, apresentando 4 sessões concerto, que entrelaçam sonoridades do mundo da música clássica, clássica-pop e jazz, para quem o visitar.
O Verão no Parque, está de volta em ambiente descontraído, numa perfeita harmonia com a natureza e qualidade de sonora, não só pelas condições de acústica e conforto do parque mas muito pelos nomes que a organização se propôs a colocar em cartaz para esta 3ª edição.
Noites-concerto no auditório ao ar livre Fernando Lopes Graça, com uma plateia para 900 lugares sentados.
Dia 1 julho - Rodrigo Leão apresenta: “Florestas Submersas”
Uma viagem pelo conceito da exposição “Florestas Submersas by Takashi Amano”, que resulta numa fusão perfeita entre a arte e a natureza, uma experiência de relaxamento, quietude e simplicidade, com espaço para visitar os maiores êxitos da carreira do compositor. Magia é pouco para o que esta noite promete.
Dia 8 julho - Laurent Filipe apresenta: “As (Im)prováveis” com os convidados especiais Carmen Souza e Théo Pascal
O multifacetado trompetista, musicólogo, compositor e produtor, mas também actor, apresenta as canções (im)prováveis, um best off dos seus melhores êxitos em inglês, português, francês, italiano e espanhol, com uma formação jazz de luxo. Assim o improvável, torna-se imperdível.
Dia 30 julho –  Stefano Bollani apresenta: “Piano solo”
Um dos mais respeitados compositores de Itália, um pianista virtuoso de reconhecimento mundial com inúmeros prémios e distinções. Neste espectáculo ao piano, o momento e o espaço envolvente serão ponto de partida para uma noite, sem alinhamento definido. Um espectáculo que guardará memorias.

Dia 13 agosto  - Richard Galliano & Syilvain Luc
 apresentam: “La a vie en rose” um tributo a Edith Piaf e Gus Viseur
Quando dois dos maiores virtuosos mundiais, do acordeão e guitarra encontram a música de uma das maiores divas de sempre da canção mundial, o resultado só pode ser impressionante. Concertos de sabor assim, guardam-se para sempre no coração.
PARQUE DE PALMELA
Situa-se na fronteira entre Cascais e Estoril, junto à marginal e foi mandado erguer pelos Duques de Palmela por volta de 1870, onde a própria Duquesa, mulher com grande interesse pelas artes plásticas, fez questão de acompanhar as obras de forma a que o parque espelhasse, no todo, o seu gosto. Com um amplo espaço, grandes árvores e regado por uma linha de água – a Ribeira dos Boqueiros – naquela época o Parque foi palco de muitos espectáculos e festas.
Verão no Parque, uma experiência única em ambiente exclusivo. Haverá melhor proposta para final de tarde, noite de sonho de Verão?