Maria João: Maria João e Carlos Bica

Disponibilidade para Portugal e Comunidades Portuguesas

Click to see the contracting contacts
antoniocunha@uguru.net | carmocruz@uguru.net miguelfurtado@uguru.net

Maria João e Carlos Bica são dois artistas incontornáveis do jazz português. A colaboração entre estas duas referências do jazz português remonta aos anos 80 e ficou registada nos álbuns “Conversa” (1986) e “Sol” (1991). Após 10 anos a tocarem juntos e muitos concertos por todo o mundo, os seus caminhos separaram-se. Agora, 25 anos depois, voltam a juntar-se com a cumplicidade de Gonçalo Neto (guitarra) e João Farinha (piano e teclas), dois dos mais talentosos músicos de uma nova geração de músicos portugueses, para partilhar as canções do mundo em palco.

Maria João, cantora com um estilo próprio, tornou-se uma referência no domínio da música improvisada. Uma capacidade vocal notável e uma intensidade interpretativa singular valeram-lhe não só o reconhecimento internacional como também um lugar na galeria das melhores cantoras da atualidade. Unânimes no aplauso, crítica e público têm-na apelidado de “uma voz levada às últimas consequências”, declarando-a “uma cantora que não pára de evoluir”. A carreira de Maria João tem sido marcada pela sua participação nos mais prestigiados festivais de música do mundo. É também a única artista portuguesa a ser nomeada para o Prémio Europeu de Jazz.

Carlos Bica é um dos poucos músicos portugueses que alcançou projeção internacional e se tornou uma referência no panorama do Jazz europeu. Entre os vários projectos musicais que lidera e para além das suas participações noutras áreas como o teatro, o cinema e a dança, o seu trio AZUL, com o guitarrista Frank Möbus e o baterista Jim Black, tornou-se a imagem de marca do contrabaixista e compositor.