Rosa Passos – Digressão Europeia em Julho 2013

Formação: Rosa Passos – voz e violão | Fábio Torres – piano | Paulo Palelli – contrabaixo | Lula Galvão – violão | Celso de Almeida – bateria

Comparam-na, na pose e na métrica, a João Gilberto (que ela vê como um mestre e que já homenageou no disco “Amorosa”). Quando Yo-Yo Ma a descobriu, foi como se um furacão a soprasse pelo mundo, dos Estados Unidos a toda a Europa. Rosa Passos, cantora e compositora, tem colaborado com grandes Mestres como Ivan Lins, Chico Buarque, Paquito D’Rivera, Ron Carter e Yo-Yo Ma e escrito canções para muita gente. Escreveu, por exemplo, duas canções para Elis Regina: “Tenho um tesouro que é um bilhete que a Elis fez para mim quando gravei duas músicas para ela cantar”. Marcaram encontro, mas teve que ser adiado e Elis deixou-lhe um bilhete de desculpas, pedindo para enviar as gravações para o escritório dela em São Paulo. Assim fez. Só que Elis morreu pouco depois. “Guardei-as, sem coragem de fazer nada com elas. Em 1996 quebrei o tabu gravando ‘Samba com pressa’ e achei que chegou a hora de gravar ‘Edredon'”. O que fez em “Rosa” em 2006. O seu gosto impecável em gravar o que há de melhor na música brasileira está claro em todos os seus discos até o presente. Falar sobre as interpretações que Rosa dá às canções é uma tarefa quase impossível devido à excelente qualidade do seu trabalho. Ela abre o coração e canta do fundo da sua alma. O acompanhamento é de primeiríssimo valor em cada nota. O fraseado de Rosa é inigualável. Às vezes ela é capaz de colocar emoção em apenas uma sílaba de uma palavra deixando o ouvinte extasiado e surpreso. Neste espetáculo tão aguardado, Rosa Passos apresentará o seu mais recente trabalho “É luxo só”, um tributo a Elizeth Cardoso e também o disco que se avizinha, um tributo a Djavan.